• Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page

© 2013 by CALLI, ISABELLA & 2ndogs.com

                    All rights reserved

"Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coracao humano o que Deus tem preparado para aqueles que os amam"   1 Corintios 2.9

Adestramento, higiene e cuidados

ADESTRAMENTO 

O Golden Retriever possui um emperamento equilibrado e um grande potencial para ser um excelente cão de família. Mas para que todo esse potencial seja aproveitado em hábitos positivos é necessário desde muito cedo ensinar ao seu Golden o que é certo e o que é errado fazer. 

Os cães enxergam a família com que vivem como sua própria matilha. Toda matilha possui uma hierarquia muito bem definida e seu cão sabe disso, desde os primeiros dias de vida. Sendo assim, logo cedo ele vai procurar o lugar dele nessa hierarquia. Ele saberá pelos sinais que emitimos no dia-a-dia se ele deverá te respeitar, ficando num lugar abaixo de você na hierarquia, ou se ele é o líder. Se seu cão perceber que você não é o líder, sentirá a obrigação de tomar essa posição. Quando o cão se torna o líder, ele deixa de te respeitar, passando a desobecer sua ordens, desrespeitar as regras da casa e pode até se tornar agressivo. 

Como sabemos que quem deve mandar na sua matilha não é o seu cão e sim você, o humano, um adestramento bem feito, com estímulos saudáveis e reforço positivo vai te ajudar a estabelecer a liderança perante seu filhote. 

Sugerimos que você contrate um adestrador profissional experiente e de confiança. Alguns profissionais promovem aulinhas com grupos de filhotes e ensinam comandos básicos como "senta", "deita", "fica". Outros atendem individualmente em domicílio. Seja qual for o tipo de aula que você escolher, é importante que você acompanhe as aulas, faça os exercícios junto com seu filhote e siga corretamente as orientações passadas pelo adestrador. Isso fará com que o adestramento seja mais eficiente e garantirá que o cão te respeite tanto quanto respeita o adestrador. 

Se você preferir e tiver tempo disponível pode adestrar o filhote você mesmo, usando o auxílio de livros e vídeos sobre adestramento canino – hoje existe muito material disponível para iniciantes. Siga corretamente as instruções do material selecionado, tenha muita paciência, e divirta-se! 

HIGIENE E CUIDADOS GERAIS 

Pelagem 

O Golden é uma raça de pelo longo. Logo, ele requer uma boa escovação semanal para se manter livre de poeira, sem nós e com a pelagem bem assentada e bonita. A escovação periódica também estreita o vínculo dono-cão, permitindo que ele se habitue a ser tocado e examinado e que você inspecione presença de feridas ou alterações no corpo. Se você se incomoda com pelos pela casa, escove-o com maior regularidade. Esses pelos mortos sairão na sua escova e não cairão tanto pela casa. Uma boa escova, com pinos e bolinhas nas extremidades dos pinos é uma boa opção para os Goldens, assim como a rasqueadeira (escova quadrada com cerdas metálicas voltadas para trás). 

Banhos 

Banhos podem ser dados sempre que o cão estiver sujo ou com mau odor, desde que se respeite um intervalo mínimo de uma semana entre um banho e outro (salvo, evidentemente, em caso de emergências). O intervalo mínimo ideal entre banhos é de 15 dias. Isso porque durante os banhos a pele perde gorduras que a protegem. Se optar por dar banhos em casa, use xampus de boa marca, indicados para cães. 

Não se esqueça de proteger os ouvidos de seu Golden com bolinhas de algodão, para que não entre água. Só tome cuidado para não empurrar demais as bolinhas dentro do conduto auditivo – ou você poderá perdê-las. Depois de lavar e enxaguar bem, seque muito bem o corpo todo, usando uma toalha seca grande, e depois um bom secador ou soprador. Deixe seu cão bem sequinho; a umidade na pele propicia o aparecimento de micoses. 

Medicamentos 

Se você suspeita de qualquer alteração em seu cão, ou caso ele esteja apresentando qualquer sintoma, como tosse, diarréias, vômitos, dores, leve seu cão ao médico-veterinário para uma consulta. Não tente medicá-lo por conta própria. Existem muitos 

remédios de uso humano que são tóxicos para cães e gatos, podendo inclusive levá-los à morte. 

Se você tem afinidade por terapias alternativas, procure dar uma chance à Homeopatia Veterinária. Trata-se de uma modalidade oficial de medicina que procura reequilibrar o organismo como um todo, tratando o físico, o psicológico e o emocional dos animais. Cães e gatos costumam responder bem e os tratamentos homeopáticos não apresentam efeitos colaterais, não danificam os rins e o fígado e costumam ser mais em conta que os tratamentos convencionais. Fica a sugestão! 

Dentes 

Atualmente, uma das enfermidades mais freqüentes nos cães é a doença periodontal (de dentes e gengivas). Por falta de limpeza, os dentes vão acumulando restos de alimentos, que fermentam, propiciando um bom ambiente para colônias de bactérias. Essa infecção vai inflamando as gengivas e favorecendo ainda mais a deposição de minerais nos dentes dos cães. Assim se forma o cálculo ("tártaro") dentário. A doença periodontal deixa a boca do cão com muito mau odor e pode predispô-lo a doenças cardíacas e renais, pois bactérias dos dentes caem na circulação e podem se instalar em outros órgãos. 

Evite que isso aconteça escovando pelo menos a cada 2 dias os dentes do seu Golden com escova e pasta próprias para cães. Não utilize pasta dental feita para humanos – elas contêm flúor, que é tóxico se ingerido. Acostume seu filhote desde cedo a receber a escova na boca e aceitar a escovação e a pasta. O médico-veterinário pode te mostrar como realizar a escovação. Caso seu cão já esteja com grande acúmulo de tártaro, pode ser necessária uma cirurgia para retirá-lo. Consulte o médico-veterinário para saber mais. 

A oferta ocasional de ossos grandes e porosos, com boa cobertura de carne também ajuda a remover o excesso de tártaro dos dentes. Boas opções incluem: o joelho de boi, joelho de porco, pés de porco e ossos (grandes) das vértebras de boi, sempre crus (ossos cozidos podem formar lascas duras ao serem ingeridos). Evite os ossos longos (das pernas), pois são duros demais, podendo fraturar os dentes. E não permita que são Golden roa ossos desassistido ou por mais de 40 minutos – ele pode se machucar. 

Ouvidos 

Goldens têm orelhas pendulares. Cães com orelhas assim estão um pouco mais propensos a apresentarem otites, uma vez que o canal do ouvido fica quente, úmido e abafado, o que propicia um bom ambiente para fungos, bactérias e ácaros. Inspecione ao menos semanalmente os ouvidos e note se há presença de secreções como cera escura, maus odores, feridas, etc. 

Fique também de olho no comportamento de seu cão. Sacudir a cabeça constantemente, batendo as orelhas, coçar os ouvidos com as patas e esfregar a cabeça contra objetos são indicativos de alguma alteração nos ouvidos. Se suspeitar de qualquer coisa, leve-o para uma consulta com o médico-veterinário. 

Unhas 

Se seu Golden passa grande parte do dia sobre pisos ásperos, como concreto ou pedra miracema, as unhas dele se desgastarão naturalmente, e você dificilmente precisará se preocupar com elas. Entretanto, se mantido apenas em grama ou dentro de casa, ele terá unhas compridas, que atrapalham a movimentação e a postura corretas. Unhas compridas também se quebram com facilidade, provocando intenso sangramento e dor. Se seu cão tem unhas compridas, corte as pontas regularmente. Caso não se sinta seguro em fazê-lo, peça auxílio do médico-veterinário. 

Apare também os pelos que crescem entre os dedos e coxins (almofadinhas) dos cães, pois esses pelinhos atrapalham a aderência das patas ao piso. 


 

Golden Calli

Especializado em Golden Retriever