A importância do pedigree 

Você já se imaginou sem um documento de identidade? Seu primeiro documento é a certidão de nascimento, onde vem o nome de seus pais, a data e horário de seu nascimento, a região onde nasceu.

Para os cães, o Pedigree é uma certidão de nascimento, onde constam os nomes dos pais, dos avós, dos bisavós, além dos dados pessoais do cão. Muitas pessoas desconhecem a verdadeira necessidade e também o verdadeiro valor que um Pedigree representa para um exemplar canino
O Pedigree é um documento que tem por finalidade atestar e garantir que um determinado exemplar canino pertence a uma determinada raça, ou seja, ele atesta e garante que o exemplar é de “RAÇA PURA”, o que é importante para que os criadores conheçam as linhagens de onde vem este cão.
No Pedigree de um exemplar canino, nós encontramos uma série de informações importantes, tais como:

* Nome e sobrenome do exemplar canino;
* Árvore genealógica até a terceira geração;
* Data de nascimento;
* Número do registro do exemplar adquirido
* Títulos que os ancestrais (até a terceira geração) possuem;
* Dados do Criador
* Dados do Órgão Emissor, etc.

Com a finalidade de aprofundarmos um pouco mais sobre este tema “PEDIGREE”, temos que citar também o Criador, que neste caso é representado por um “CANIL”.

Canil não é apenas o local onde você encontra vários cães, ou ainda o local onde os cães são acomodados.

Um “CANIL” deve ter seu registro emitido por um Órgão Competente, que é a CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA (CBKC) que por sua vez é filiada a FEDERAÇÃO CINOLÓGICA INTERNACIONAL (FCI). Desta forma o “CANIL” passa a representar a garantia, de que os exemplares caninos que fazem parte do seu plantel ou ainda são oriundos do seu trabalho são de “RAÇA PURA”, e consequentemente possuem PEDIGREE.

No Brasil, uma grande parte dos proprietários de cães de raça pura possui um canil devidamente registrado.

É  de grande importância frisar, que para se tornar um “CRIADOR”, se faz necessário à abertura de um CANIL, devidamente registrado nos órgãos responsáveis, conforme mencionamos acima. De posse de um CANIL, o criador, poderá emitir, através dos clubes ecléticos, ou ainda clubes especializados, o Pedigree dos filhotes que nasceram no seu canil, garantindo com este do***ento a origem e a pureza racial dos filhotes.

Por fim, o Pedigree, é o único documento que garante as qualidades, a origem e a propriedade de um exemplar canino, e ao contrário do que muitos pensam o Pedigree não encarece o valor de um bom exemplar, visto que o custo para o criador tirá-lo não é alto. Lembre-se que bons exemplares caninos provenientes de bons canis, sempre serão mais caros do que aqueles exemplares vendidos em feirinhas, mesmo porque muitos deste exemplares comercializados em feirinhas, não possuem Pedigree, o que de certa forma gera dúvida com relação a sua origem.

No pedigree também constam os títulos consquistados pelos antecessores do cão. Os títulos permitem a você saber que o criador de seu cão está interessado em algo mais que apenas procriar cães – isso permite que você saiba se ele é sério com relação ao desenvolvimento da raça ou apenas tira proveito financeiro da mesma. Ver alguns campeões em algumas gerações de avós e bisavós não diz muita coisa sobre o criador de seu cão, exceto que ele não tem colocado em exposição seus animais mais novos. Saber que os pais de seu pet são campeões aumenta suas chances de adquirir um cão que, quando adulto será um típico Westie, pois com certeza a aparência é uma das razões pela qual você escolhe qual raça comprar, certo?

Além de selecionar os cães pela aparência, as exposições também selecionam cães pelo comportamento. Cães agressivos tem seu pedigree “carimbado” e são impedidos se procriar.O temperamento é uma característica bastante influenciada pela genética. Cães agressivos tem maior probabilidade de apresentarem filhotes com desvio de temperamento quando comparados a cães de temperamento sociável.

Na verdade, o pedigree é a única garantia de que seu cão seja mesmo de determinada raça. Muitas vezes, os cães registrados são um pouco mais caros do que aqueles sem pedigree, mas a diferença compensa em tranqüilidade. Um cão sem pedigree é um cão sem nenhuma garantia quanto à procedência, temperamento ou, até mesmo, é um cão com alguma incapacitação que impossibilitou o criador de obter o seu registro.

No pedigree estará o nome do cão, do canil e de todos os cães que contribuíram geneticamente para a formação do seu filhote.

Fonte: 
http://www.westie.com.br/a-importancia-do-pedigree/ 

 

Golden Calli

Especializado em Golden Retriever

© 2013 by CALLI, ISABELLA & 2ndogs.com

                    All rights reserved

"Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coracao humano o que Deus tem preparado para aqueles que os amam"   1 Corintios 2.9